Síndrome do Panico

A síndrome do pânico, denominada pela psiquiatria como transtorno do pânico, é um tipo de transtorno de ansiedade caracterizado por ataques súbitos de medo e desespero, um mal-estar intenso que alcança sua intensidade máxima em até 10 minutos. A pessoa tem a clara sensação de que vai morrer, ou que um mal súbito irá acontecer com ela. O pensamento de que existe uma doença perigosa acometendo o seu corpo, geralmente percorre a mente de quem passa por essa enfermidade. Sintomas relacionados são:

  • Taquicardia;
  • Sudorese ;
  • Dor ou desconforto no peito;
  • Formigamento;
  • Tontura;
  • Visão turva;
  • Boca seca;
  • Dificuldade de engolir;
  • Ondas de calor e frio;
  • Sensação de irrealidade;
  • Despersonalização;
  • Sensação de iminência de morte;
  • Sensação angustiante na altura do diafragma.

 

O transtorno do pânico é um sério problema de saúde pública, é crônico, e afeta em média 5% da população geral. Tem predominância entre as mulheres e geralmente se inicia no final da adolescência e início da fase adulta. Quem padece de síndrome do pânico sofre durante os ataques e ainda mais nos períodos entre uma e outra crise. O fato de não terem controle sobre quando ou como irá ocorrer traz tamanha insegurança ao ponto de afetar gravemente a qualidade de vida da pessoa. A sensação é de quem voltou a ser criança, amedrontado e desprotegido perante a escuridão da noite.

Anúncios

Ontem a noite

Texto-35-tudo-sobre-sindrome-do-panico

Costumo ficar sentada no sofá até sentir sono e cochilar, por que se eu for pra cama sem sono não durmo, por causa da depressão e síndrome do panico, só vou quando já estou caindo de sono. Ontem 25/08/2016 fiz o procedimento de sempre, fiquei no sofá, quando já estava caindo de sono fui para cama. Pensei que iria dormir… fiquei deitada e já comecei a ficar aflita, então comecei a orar em silencio, mesmo assim minha cabeça começou a me enganar, de uma hora para outra comecei a ficar aflita, muito ansiosa, comecei a me sentir gelada, parecia que não conseguia respirar. Eu sabia que era coisa da minha cabeça, mas isso não impediu que meu coração acelerasse muito.Aí sentei na cama. Nossa são tantas sensações estranhas parece loucura. pensei que tava ficando até cega, mas era só panico mesmo. Gente não desejo isso pra ninguém na terra. De uns tempos pra cá as coisas tem piorado, meu emprego atual me arranca qualquer alegria e  qualquer paz, estou me preparando para pedir conta. Tudo piorou depois que perdi minha mãe, que era meu tudo depois de Deus. Busco alivio em Deus, e sei que só Ele pode me ajudar e me aliviar.

Deus te amo!

Tenho esperança que um dia tudo voltará ao normal.

Meus momentos

Olá pessoal,

Meu nome é Cleia, tudo bem com vocês?

 

 

Fiz esse blog só pra poder desabafar um pouco, minha irmã e meu marido já me ouvem de mais, coitados, nunca reclamaram , mas eu sei como é chato o mesmo assunto sempre.

Hoje estou me sentindo muito mal, muita tristeza, muito desanimo. Tenho depressão provavelmente causada pelo meu local de trabalho, meu patrão não é muito amigável e gosta de humilhar na frente das pessoas. Quando entrei aqui neste emprego, achei que não aguentaria nem 3 meses o clima pesado, já tem 3 anos que estou aqui, me considero uma guerreira.. rs. Teve uma época que só de ouvir os passos do meu patrão no corredor meu coração já acelerava, ficava tensa e aflita. Foi aí que começou a depressão horrível, que cada vez mais foi piorando, chegou a ponto de não conseguir dormir a não ser com remédio.

Não tenho mais paciência com nada, só tenho vontade de chorar na vida, não tenho vontade de sair nem na esquina. Parece exagero né, mas é por que estou resumindo a historia, se fosse contar tudo que já passei aqui ficaria um texto enorme que ninguém teria paciência de ler.  Aí você me pergunta – Por que nunca pediu demissão?. Na verdade nunca me faltou vontade, mas sim, coragem. Eu sou frouxa para essas coisas. Medo de ficar desempregada em meio a essa crise. Só quero agora não estou vendo outra saída a não ser pedir conta, por que ele não me demite, reclama, grita, humilha, xinga, mas não manda embora. Estou nessa esperança a exatos 3 anos. Agora estou criando coragem para pedir conta, por que todas as raivas que passo calada aqui, estão afetando minha saúde. Agora sinto muitas dores no peito, não tenho paciência com meu marido nem com ninguém.

Preciso de coragem para sair daqui, vim aqui na verdade a procura de apoio, sei que muita gente passa por isso, só não são tão frouxas quanto eu.

 

Beijos!!!!!

Deus abençoe.

 

Pensamento que acordei hoje.

Parece que pegaram uma marreta e bateram no meu coração umas 30 vezes. To sentindo as piores sensações do planeta.  Ontem quase não durmo coração acelerado de mais. por que sabia que viria hoje trabalhar, taquicardia muitaaaaa tristeza. parece que to acabada destruída, sei que são palavras fortes para uma cristã, mas é assim que me sinto no momento uma inútil, idiota. Me sinto horrível. e não consigo sorrir só queria chorar e ficar dormindo, mais se eu deitar não durmo o coração acelera, to tentando melhorar, mais todas as coisas que meu patrão já me falou desde o primeiro dia que entrei aqui estão vindo a tona, me lembro de cada palavra, não sei se é o diabo ou Deus querendo me ensinar algo, mas tudo que ja ouvi dele esta passando como um flash back. Sem querer estou lembrando de cada palavra cada detalhe. Ta muito difícil.